Conheça mitos e verdades sobre o clareamento dental

Técnica utilizada pelos especialistas em estética odontológica ajuda a construir um sorriso branco e protegido. Saiba mais sobre o clareamento dental.

Já se deparou com um sorriso manchado ou amarelado ao olhar no espelho? O esmalte dos dentes se desgasta por diversos motivos, que vão desde hábitos alimentares até o cuidado com a saúde bucal.

Não precisa se desesperar. O clareamento dental é uma técnica cuidadosa que os especialistas em estética odontológica adotam na construção de um sorriso harmônico e saudável.

Atualmente, existem algumas práticas de clareamento que envolvem luzes de LED ou tecnologia a laser, aplicadas em consultório. O mercado também oferece fitas de clareamento que podem ser utilizadas de forma caseira, mas sem garantia quanto a um resultado imediato.

Em casa ou no consultório?

O clareamento dental é um processo gradual. Por isso, seja no consultório ou em casa, depende de uma série de aplicações ou sessões. Apesar de mudar a aparência do sorriso de forma imediata, é preciso tempo para transformações mais evidentes.

O tratamento para clarear os dentes conta com um gel que age recuperando o esmalte. No mercado, é possível encontrar moldes ou fitas adesivas que contém o produto e podem ser aplicadas de forma caseira.

No consultório, o especialista pode usar um gel clareador mais concentrado e até intensificar a ação com a ajuda de luzes de LED ou laser. Ambas colaboram para a secagem do gel e uma ação mais rápida no esmalte dos dentes.

Nós, do Studio Berrini, proporcionamos atendimento em centro especializado e também supervisionamos o tratamento doméstico de nossos clientes. O especialista poderá definir o melhor encaminhamento para cada caso. Fale conosco.

Clareamento Dental a LED ou laser: mitos e verdades

Diversos estudos e pesquisas já foram realizadas para identificar as implicações das técnicas de clareamento no esmalte dentário. Mas são ligeiras diferenças que marcam o uso do LED ou do laser como fator secativo na aplicação do gel clareador.

Ambos são radiações eletromagnéticas que aceleram o processo de reparo dos tecidos, bem como quadros de edema e dores agudas. O LED, usado nos consultórios odontológicos, também é solução em tratamentos de estética de pele devido sua ação anti bactericida.

O laser terapêutico pode vir a ter uma influência sobre o tratamento ao preservar a gengiva evitando qualquer inflamação ou sensibilidade extrema pelo uso do gel, o que pode ocorrer em alguns casos. O isolamento das gengivas com fita, no caso da aplicação caseira e no consultório, evita o contato direto do gel com a pele.

Cuidados

Engana-se quem pensa que um cuidado mais atento com os dentes passa a ser prioridade apenas após o clareamento. Que tal caprichar na escovação diária para evitar que os dentes fiquem manchados ou amarelados?

Não há garantias quanto a um tempo certo para a escovação. Mas é preciso ter certeza que todas as áreas da arcada dentária foram escovadas. Escolha por movimentos circulares com a escova, de um lado a outro da boca, dando atenção especial às arcadas inferior e superior.

O cuidado com a alimentação passa a ser essencial, tanto como prevenção como tratamento. Logo após o clareamento, é ideal evitar vinhos e sucos que contenham corantes. Alimentos com adição de cor artificialmente também devem sair do cardápio. O consumo de refrigerante também deve ser repensado devido à ação adstringente sob a superfície dentária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *